Kombucha

Venho falar-vos de uma bebida fascinante que descobri.

Não estejam já a salivar da boca seus bêbados, que não é nada disso.

A bebida Kombucha remonta há mais de 2000 anos atrás proveniente da china.
É preparada e passada de família em família, como sinal de amizade e de ajuda mútua.
O que faz dela tão “famosa” e perdurar de geração em geração é a sua vitalidade e capacidade de regeneração.
Sim, porque parte desta bebida está literalmente viva.

Kombucha é tambem conhecida como Sidra Milagrosa.

Elaborada de um fungo específico, torna-se uma minúscula fábrica bioquímica, que trabalha em prol da saúde e bem-estar.
São várias as advertências contra a preparação própria da bebida.
Justificadas, por ser uma bebida feita a partir de bacterias, que podera “cultivar” as bacterias erradas.

Kombucha é o nome para cha açucarado que foi fermentado por uma massa sólida microscopica de microorganismos.

Quem possui o conhecimento necessário pode lidar eficientemente com o cogumelo do chá, e poderá preparar uma bebida de Kombucha perfeita, saborosa, benéfica e eficaz. O cogumelo vai multiplicar-se e acompanhar o seu proprietário pela vida, enriquecendo-a!

Por os relatos acerca das suas propriedades benéficas serem tantos, várias instituições cientificas realizaram estudos a esta bebida.
De modo a descobrir os seus segredos e propriedades.
O resultado diz que as substancias encontradas destribuidas de modo equilibrado contribuem para o restabelecimento da saude do nosso organismo.

Os resultados metabólicos, quimicos e bioquimicos do cultivo do fungo Kombucha, destacam o ácido acéptico, ácido fólico, ácido carbónico, ácido glucurónico, ácido glucónico, ácido L-láctico, e ácido úsnico. Também se encontram presentes as vitaminas do complexo B (B1, B2, B3, B6), vitamina C – entre outras, uma substância anticoagulante denominada Heparina e distintos oligoelementos em concentrações vestigiais.
O produto final contém uma pequena quantidade de álcool (0,5-1%) e de açúcar.

Kombucha contem:
– Complexo B: tem múltiplos efeitos, como a participação na conversão de hidratos de carbono; alivia e ajuda em distúrbios nervosos.
– Ácido Glucónico: resultado da rotura da glicose. Preserva os alimentos.
– Ácido Glucurónico: presente no chá, é também um dos elementos mais importantes produzidos pelo fígado. O organismo usa-o para fixar toxinas produzidas como resultado do metabolismo, para deste modo eliminá-las sem que sejam reabsorvidas pelo sistema intestinal ou urinário..
– Ácido Úsnico: desactivador de vírus; é um potente agente antibacteriano natural.
– Dióxido de Carbono: produto da acção dos fermentos sobre os hidratos de carbono do chá. Associado à baixa percentagem de álcool, actua como anti-microbiano.

É bom para:
– Artrites: reduz o desconforto e alivia as dores inflamatórias e de ligamentos.
– Pressão arterial: Recordemos que a hipertensão está correlacionada com níveis elevados de colesterol e lípidos no sangue. O Kombucha ajuda a reduzi-los, diminuindo, consequentemente os valores da pressão arterial.
– Distúrbios intestinais: alivia ou normaliza perturbações gastro-intestinais, ao equilibrar a flora intestinal e restabelecer os níveis de pH naturais.
– Cancro: relatórios recentes sugerem uma acção ao nível do sistema imunitário, estimulando-o. É interessante observar que estes doentes têm o pH acima de 7,56; os organismos que não têm cancro ou que já o venceram, possuem valores de pH menores que 7,5. As provas sorológicas demonstraram que Kombucha modifica o pH, baixando-o para valores menores (ácidos).
– Cândida albicans: as células leveduriformes de Kombucha, quando se encontram num estado vegetativo não esporulam e portanto são benéficas: encapsulam e substituem as de C. Albicans restringindo-lhe os nutrientes necessários para a vida, conseguindo restaurar o equilíbrio natural do organismo.
– Constipações: restitui o sistema imunitário, diminuindo a probabilidade de se contrair uma constipação, ou minimiza as suas acções sobre o corpo.
– Colesterol: reduz os níveis, em casos de hipercolesterolémia.
– Diabetes: muitos diabéticos bebem o chá, mas fermentam-no mais tempo, por forma a reduzir os níveis de glicose. Usado deste modo, estabiliza os níveis de glicose no sangue de pacientes com diabetes tipo II. Supõe-se que actua por sensibilização das células, capacitando-as com uma maior receptividade à insulina.
– Cálculos: ingerida em forma regular, ajuda a reduzir e dissolver os cálculos.
– Psoríase: alguns médicos recomendam a ingestão regular de Kombucha para limpar e prevenir a psoríase. Em casos extremos é conveniente a aplicação externa do chá na superfície afectada. A presença de vitamina B tem uma influência benéfica sobre as hormonas libertadas quando o organismo se encontra em stresse, estado este que habitualmente precede o aparecimento (ou o agravamento do estado) da psoríase.
– Distúrbios do sono: promove um sono mais estável; as pessoas acordam menos frequentemente; têm os sonhos mais vívidos, recordando-se deles com mais facilidade.
– Perda de peso: actua suprimindo o apetite, o desejo de alimentos doces ou gordurosos. Melhora a capacidade do organismo para queimar gorduras e a motricidade intestinal.

Talvez mais tarde irei escrever um post sobre como se faz.
Se ficaram interessados, vão visitando o blog.
Neste momento estou á procura, para fazer o meu Kombucha :P

To help is a token of friendship. If you have received any benefits from Kombucha (and I am sure you will), you should feel the moral obligation to tell others about it. As the Chinese saying goes: “Mutual help makes even the poor rich.”

Esta bebida é tão estranha como os seamonkeys

Sobre alienmind

Um ser de outro mundo
Esta entrada foi publicada em AlienMind, Factos / Curiosidades, Noticias. ligação permanente.

7 respostas a Kombucha

  1. Estou fazendo uso do kombucha há 6 meses. Peso sem alteração.Colesterol nos mesmos níveis de limite. Melhorei de uma indisposição física generalizada, com fraqueza nas pernas, insônia e inapetência (falta de apetite). Não quero nem pensar em deixar de fazer uso desta benção de Deus.
    Faço o chá verde com 3 colheres de açucar cristal, depois de frio, acrescento 200 ml, do chá fermentado anterior e depois coloco o kombucha. Deixo ficar por 7 dias. Fica delicioso, fermentação ao meu gosto e o kombucha está sempre limpo e divino.
    Acredito que o kombucha não é um medicamento mas, que há uma mudança para melhor em seu organismo, disto não tenho dúvida.

    • Marilene diz:

      Li seu depoimento sobre o chá combucha e gostaia muito, que me indicasse on de posso encontrar,para preparar-lo. Moro no Rio de Janeiro.

      muito obrigado!

  2. soobre o kombucha diz:

    gostaria de saber como conseguir e cultivar o kombucha. Pois tenho interesse em tomar deste chá.Gosta dos remédios naturais.

  3. sobre o kombucha diz:

    Tenho ficado curiosa sobre o kombucha. Gostaria de saber como adquirir e cultivar o kombucha. Tenho interesse em usar.

  4. tania diz:

    por favor gostaria que alguem me doassea kombucha, pois ha muitos anos atras conheci mais não sabia o nome, hj redescibrir e gostaria muitissimo de adquirir pr favor me ajudem, moro em brasilia, favor entrar em contato via e mail. obrigado

  5. ROMARIO diz:

    Gostaria de saber como posso obter a colônia de Kombucha para cultivar. Moro no interior do Rio de Janeiro. Agradeço desde já.

  6. Leila diz:

    Boa noite, queria saber se teria alguem para me doar um pedaço do Kombucha, que ja usei a muitos anos atrás e me fez muito bem, mais não sabia que era bom para tantas coisas assim e estou novamente precisando. Fico no aguardo

Deixa um comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s