O mundo de Enis

O nascimento

Esta é a historia do nascimento de um pequeno ser chamado enis.

Enis pertence a uma raça de seres que é conhecida pelo nome de anpe.
Enis vai ser a mais pequena da sua familia e está prestes a nascer.

os anpes são uns pequenos seres, não medem mais que 60 cm e são cobertos de pelo por todo o seu corpo.
Estas pequenas criaturas têm sempre uns penteados esquezitos, andam quase sempre com o cabelo em pé.
Isto porque nunca penteiam o seu cabelo.
Os anpes apesar de viverem tanto tempo quanto um humano dizem que a vida é muito curta e demasiado preciosa para ser passada com coisas sem importancia.
Estes seres são bastante espertos.
Apesar de assim o não parecer para quem os vê e não os conhece.
Devido á sua aparencia de baixa estatura e da sua estranha e caracteristica maneira de falar.

A sua fala é composta por estes distintos e curiosos barulhos e silvos. Ora curtos ora compridos, agudos ou graves.
Assim fazem todas as palavras que necessitam para falar uns com os outros.
Nesta terra que ocupam e vivem não são a unica raça existente, outras raças de seres tambem ali vivem.
Coabitam todas elas, dando-se todos muito bem, como se fossem irmão uns dos outros.

Os graus de parentesco dos anpe são constituidos apenas por 4 categorias.
Sendo estas a de mae, pai, filho e primo. para os anpes todos são primos de todos.
Acreditam que todos os membros desta raça pertencem á mesma familia.
É devido a isto que todos são muito amigos, proximos uns dos outros e preocupam-se com o bem estar de todos.

As suas casas são feitas nos buracos existentes nas arvores ou feitas de palha e folhas de plantas caidas.
Existem alguns que vivem até em tocas.
Na terra dos anpe não existem lojas nem horas.
Todos eles trabalham ou nas suas casas, nos seus quintais ou nos quintais de outros anpes.
Este trabalho para os outros anpes é pago com a ajuda ou troca de bens necessários.
As horas eram medidas mais ou menos por um galho espetado no solo no qual a sombra do sol dizia que horas eram.
Os anpe na realidade não têm muita necessidade de ver as horas assim como tambem não têm necessidade de maquinas.
Tudo o que eles constroiem é apartir do que a sua terra lhes dá.
Eles não possuem ferro nem plastico mas sim madeira e pedras.

A comida que os alimenta é constituida por vegetais ou fruta que eles proprios cultivavam.
A tradição deles defende que, devem de proteger e respeitar o sitio onde vivem.
De modo a que este sitio os respite de volta, os proteja, os abençoe com tudo o que necessitam para viver.
Os anpes raramente matam e quando o fazem é em casos extremos ou por necessidade absoluta.
Eles adoram tudo o que é natural e pertança á natureza.

A maior parte do tempo destes amiguinhos é passado a brincar uns com os outros ou então a falar e a criar laços mais fortes.
Poucas eram as brigas e discusões que haviam pela terra dos anpes.

Os anpe raramente saiem da sua terra.
Pois lá fora o mundo é estranho e perigoso.
É lá fora que existem outras raças de seres que não eram tão amigas e respeitadoras da vida tal como os anpes são.Uma dessas criaturas são os humanos.
Com as suas vidas aterefadas, sem gosto pela vida e uma estranha obceção pelo dinheiro.
OS humanos não são maus de todo há ainda alguns humanos em que se pode confiar mas a maioria deles já tão perdidos no que chamam de vida moderna.
E seus olhos enublados.

Há outras raças ainda bastante piores que os humanos tão más que os anpes nem se atrevem a prenuciar os seus nomes.
Muito mas muito poucos humanos eram aqueles que sabiam da existencia da terra dos anpes.
os anpes mantêm-se escondidos para que os humanos não saibam que existem e não invadam a sua terra.
Era por isso que a entrada que ligava a terra dos humanso á terra dos anpes era mantida em segredo.
E em todo o tempo era sempre mantida em constante vigia.
Não fosse um humano sem querer achar a entrada.

Em tempos antigos os anpe e os humanos viviam felizes juntos mas isso é uma historia para mais tarde.

Neste momento vamos concentrar no nascimento da fofinha enis.

Á porta da casa de seus pais, existe uma grnade multidão a torcer para que tudo corra bem e que a pequena enis nasça saudavel.
Como a mãe vai ficar com toda a sua atenção focada na sua filha mais nova nos proximos dias,sem fazer mais nada e sem sair de casa é tradição, todos os visitantes trazerem comida e oferendas de modo a ajuda-la e mostrando respeito por uma vida nova.

Estão todos muito entusiasmados e ansiosos, estão assim desde que a barriguinha da mãe começou a dar os primeiros sinais de que enis estava prestes a nascer.
Conforme a multidão ia aumentando enis começou a sair para um novo mundo que a esperava radiante.
Enis nasce, para delicia de todos que sofrem com a mae lá fora.
É um ser saudavel e vem com uma cor de pelo castanho claro, que vai ficar um pouco mais escuro conforme vai crescando.

Nestas primerias horas, apenas vai ficar quietinha deitada ao pé da mãe, para ganhar forças e conhecer o cheiro da mãe.
Os bebes anpes desenvolvem-se mais rápido que os bebes dos humanos.
Para fazer uma comparação enquanto os humanos tem que espera um ano para conseguir andar, os anpes no dia seguinte ao seu nascimento já conseguem por regra geral andar.
um pouco ainda a cambalear e a explorar o seu corpo mas já se conseguem deslocar por seus pés.
È tambem no fim da primeira semana de vida que começam a ensaiar as suas primeiras palavras.
Num perido relativamente muito curto esta nova vida vai-se desenvolver e tomar conhecimento total do seu corpo.
Vai ser num estantinho que vai estar na rua a conhecer e a brincar com os seus primos.

Sobre alienmind

Um ser de outro mundo
Esta entrada foi publicada em AlienMind. ligação permanente.

Deixa um comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s