O rebento

Pois é, Pois é!

Venham todos, “extra” “extra”.

A novidade é que o tempo chegou. Tempo do meu rebento vir ai.
O bacano depois de ter feito a viagem, da fábrica das sementinhas, até ao ninho teve escondidinho na incubadora entre 6 semanas (segundo o diagnóstico do médico) e 4 semanas (segundo a intuição de mãe) sem dar sinal de si.
Numa ida da progenitora mãe á senhora do túnel do amor, fez com que um efeito em cadeia toma-se lugar culminando na notícia de que aqui o tartaruga iria ser … PAIIIII. :D

Aqui vai uma anedota que se enquadra nesta situação:

Era uma vez um pai e uma mãe que se amavam muito…
a mãe ficou grávida e o pai e a mãe continuaram a se amar muito…
o puto nasceu e disse para o pai:
– gostavas que te fizessem isto (batendo com o dedo na testa do pai)

Pensem sobre a anedota que aqui tomou lugar ;)

Beijinhos a todos e até mais um post deste blog cheio de amor para o meu filho.

Advertisements

Sobre alienmind

Um ser de outro mundo
Esta entrada foi publicada em Humor, Inês. ligação permanente.

Deixa um comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s